Syene investirá R$200 mil em novo empreendimento

bahiacorretagem

Syene investirá R$200 mil em novo empreendimento

Mensagem por bahiacorretagem » 22 Out 2007, 11:04

Mais uma companhia européia do setor de construção civil está desembarcando na Bahia, apostando no crescimento do mercado imobiliário local. O grupo espanhol Copasa anunciou, ontem, o início das suas operações no Brasil, com a implantação da subsidiária Syene Empreendimentos, em Salvador. Na coletiva de apresentação, foi divulgado o primeiro projeto, que será um complexo multiuso, localizado nas proximidades do Salvador Shopping, na Avenida Tancredo Neves. O investimento, da ordem de R$200 milhões, vai resultar na implantação de quatro torres, com centenas de salas, lojas e apartamentos.

“A Bahia vem passando por transformações positivas nos últimos anos, e os frutos começam a ser colhidos”, afirmou o diretor da Syene, Alberto Lorenzo, justificando a decisão dos espanhóis de apostarem no mercado baiano. Ele destacou ainda o momento “importante” vivido pelo mercado imobiliário brasileiro, impulsionado pela queda de juros, oferta de crédito e conseqüentemente prazos mais longos de pagamento.

O primeiro empreendimento do grupo na capital, denominado Salvador Prime, será implantado em duas etapas, e inclui um centro de conveniência no térreo, com várias lojas. As obras da primeira fase começam em agosto do próximo ano, e incluem duas torres, cada uma com 28 andares. Uma contará com 15 pavimentos de salas comerciais, totalizando 300 unidades, e mais 13 andares com um apart-hotel, que terá 299 apartamentos. O segundo prédio será totalmente residencial, com imóveis de quarto e sala e dois quartos. “O mix da outra etapa dependerá do resultado obtido na primeira”, disse o diretor, acrescentando que a empresa também implantará uma nova passarela na Avenida Tancredo Neves, na altura da BR Distribuidora.

O grupo Copasa, que atua ainda na construção de barragens, usinas hidrelétricas, rodovias e ferrovias, também está de olho no setor de obras públicas. “Estamos interessados em novas linhas de negócios no Brasil”, afirmou o diretor Alfredo Blanco. No primeiro empreendimento na capital baiana, ele estima um faturamento da ordem de R$330 milhões.

Responder

Voltar para “Salvador”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante