Mercado baiano atrai novos grupos e projetos

bahiacorretagem

Mercado baiano atrai novos grupos e projetos

Mensagem por bahiacorretagem » 22 Out 2007, 11:06

Reflexo da atual trajetória de ascensão do ramo imobiliário, a Bahia tem servido de palco para a atuação de empresas e marcas até então inéditas no estado. Cenário exemplificado, recentemente, no lançamento do Vita Residencial Clube, empreendimento orçado em R$70 milhões. O projeto, uma parceria entre a Construtora Andrade Mendonça e a Jotagê Engenharia, simboliza a chegada no estado e no Nordeste da Living – marca criada pela incorporadora Cyrela Brazil Realty, com foco nos segmentos de imóveis econômicos e supereconômicos. Com a proposta de atender ao público das classes média e média baixa, o imóvel, com apartamentos de dois e três quartos e três opções de metragem, irá ocupar uma área de cerca de 12 mil metros quadrados no município de Lauro de Freitas.

Inicialmente, serão construídas três torres, com 216 unidades, sendo que o programa contemplará futuramente dois condomínios, reunindo um total de sete edificações. Seguindo uma tendência já observada no mercado estão as facilidades apresentadas para a aquisição dessas moradias – lançadas oficialmente este mês. Com dimensões entre 54m2 e 70 m2, os apartamentos irão custar de R$90 mil a R$150 mil, sendo que o consumidor poderá ainda pagar 20% do imóvel durante o período de realização das obras, que terá duração de 24 meses, com prestações mensais de R$249. Após a entrega das chaves, os 80% restantes serão pagos através de financiamento bancário, com prazo de 240 meses. Segundo informações do grupo empreendedor, o objetivo é atingir um público com renda na faixa de R$1,8 mil até R$4,5 mil.

Com 1,5 mil metros quadrados de área de lazer, o Vita Residencial Clube contará ainda com piscinas para crianças e adultos, deck molhado, quiosques com churrasqueira, quadra poliesportiva, playground baby e júnior, espaço para ginástica, entre outros atrativos. Já a área interna irá dispor de salão de festas, brinquedoteca, espaço fitness, sala de estudos e salão de jogos.

Também representando a atual fase de parcerias e de prospecção de novos negócios, está o lançamento do Le Parc Residential Resort, empreendimento da Cyrela Andrade Mendonça – joint-venture entre a incorporadora paulista Cyrela e a construtora baiana.
Com investimento da ordem de R$400 milhões, o projeto terá como endereço a Avenida Paralela, em Salvador, numa área de cem mil metros quadrados. O condomínio terá 1.142 apartamentos de três e quatro quartos, distribuídos em 18 torres de 15, 16 e 17 pavimentos, além de uma infra-estrutura de esporte e lazer com mais de 40 itens. Com apresentação oficial agora em outubro, o Le Parc terá cinco opções de planta, que irão variar de 112,91m2 a 243,45m2. A previsão é de que as obras sejam iniciadas dentro de um ano, e que a primeira etapa, com 350 unidades, fique pronta após 36 meses.

***

Rede Bahia repete parceria com a Ademi

Repetindo a parceria firmada ano passado com a Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (Ademi-BA), a Rede Bahia é o veículo oficial de comunicação da segunda edição do Salão de Negócios Imobiliários. Com a iniciativa, a feira passa a contar com uma cobertura diferenciada, ancorada no trabalho jornalístico realizado pelas diversas empresas do grupo, a exemplo da TV Bahia, Correio da Bahia, Bahia FM e do portal iBahia.com. “Através de matérias especiais, em meios como a televisão, jornal, rádio e internet, a população terá acesso aos principais acontecimentos em torno do evento”, explica o gerente de marketing da Rede Bahia, João Gomes.

Segundo revela, a organização vem marcando presença também com a criação de ações promocionais, voltadas exclusivamente ao público visitante. “A partir de um estande do Correio da Bahia, montado no Salão, vamos oferecer descontos especiais para as pessoas que quiserem aproveitar a ocasião para anunciar no caderno Classificados da Bahia. Instalamos no local toda uma estrutura à disposição dos visitantes para que eles possam programar seus anúncios”, conta.

Além da campanha, a Rede é a patrocinadora ainda de um dos debates programados para a feira. A palestra em questão, cujo tema será Vinhos – Estilo e Harmonização. Passeio pela Borgonha, o Melhor dos Terrenos, será ministrada pelo editor e apresentador do telejornal Bom Dia Brasil, Renato Machado.

De acordo com João Gomes, a participação no Salão vem para confirmar também a filosofia da organização no apoio a projetos em prol do crescimento do estado. “A construção civil tem desempenhado um importante papel na geração de empregos. Sendo assim, participar de um dos seus principais eventos significa para a Rede a oportunidade de continuar colaborando com o desenvolvimento da Bahia”, comenta.

***

Opções incluem unidades restantes

Palco de novidades, o Salão Imobiliário da Bahia é também a oportunidade para as companhias concluírem o processo de comercialização de imóveis recentemente lançados em Salvador. É o caso do Residencial Marseille, empreendimento da Concreta Engenharia – uma das mais antigas empresas do mercado da construção civil –, que já desembarca na feira com 75% das suas unidades comercializadas. Com previsão de entrega para dezembro de 2009 e tendo como público alvo a classe média, o novo projeto, um investimento de R$25 milhões, está em fase de construção no bairro Costa Azul. Segundo informações do grupo empreendedor, são imóveis com três quartos flex, com cerca de 90,30 metros quadrados e com vista panorâmica para o Parque das Dunas – uma das principais reservas naturais da capital baiana.

Entre as características do imóvel, o gerente de empreendimentos da Concreta, Alberto Caldas Filho, apresenta como um dos pontos fortes sua localização privilegiada, com acesso facilitado a escolas, restaurantes, faculdades, shoppings e supermercados. “Estamos trazendo também uma completa infra-estrutura de lazer, dotada de quadra poliesportiva, lan house, jardim para crianças, piscina com deck, espaço fitness, dentre outros ambientes”, resume. Com 110 apartamentos no total, o preço de cada unidade varia de R$220 mil a R$250 mil, com prazo de pagamento em até 240 meses.
Desde o seu lançamento, o residencial já contabiliza um percentual elevado de vendas. Diante da intensa procura por parte do consumidor, a meta agora, de acordo com Caldas, é finalizar o processo de comercialização durante a feira no Centro de Convenções. “Com o Salão Imobiliário, esperamos concluir a venda das últimas unidades do Marseille”, projeta.

Atuando nas áreas de tecnologia e incorporação, a Concreta Engenharia está presente no mercado há 37 anos. Fundada em 1970, por um grupo de engenheiros oriundos da Universidade Federal da Bahia, a companhia conta hoje com cerca de 450 profissionais.

Responder

Voltar para “Salvador”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante